quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Nenhuma Explicação


Até parece que um dia, olhava nos seus olhos

E repetia as frases que pareciam ser bonitas
Agora parece que esse frio traz lembranças
Que há tempos, não lembrava que existiam.
É claro que esqueci como deveria sentir, mas
Ainda vejo você, mesmo não estando aqui.
Então se torna algo tão comum e sem graça
Sem saber de certo se é uma questão ou até
Algum ponto onde as pessoas já não se entendem.

Parece que estamos pertos, mais também longe.
Parece que o seu vermelho, enfraquece, tornando
Meus olhos menos atraentes, e mais confusos.
Mas é claro que um dia descobrimos o que somos
E então, passaremos a nos cobrir na própria mascara.

Até o dia em que quebrarei a sua mentira imprópria
Com raiva, quebrarei seu sentimento do mais puro
E me vestirei com a sua própria ternura e satisfação
..........................................João Victor Elias