terça-feira, 13 de julho de 2010

Fonte da Mesma Dor

A insegurança da ultima dor colhida
Tem que ser forte para não se manipular
A perda de um ser que por mágoas imagens restantes
As lagrimas tempestuosas que acabam te ferindo
Escravos do mundo, passageiros do mundo.


A montanha de sentimentos que construí sozinho
Derretimento de um gelo frio e doentio
Mais tudo não deve ser tão simples
Poros de sujeiras e lembranças
E a mesma premunição de fim abala minha cabeça.


Musica melodiosa que acolhe minhas feridas
Cicatrizes mal curadas são novamente tocadas
E a dor não se baseia em fatos de imensidão
Desbotando a mesma sensação de desentendimento
Flores que em pétalas guerreiam seus mais fortes espinhos.

Luz serena e dormente
Mostre-me algum sinal
Para saber que ainda estou vivo
Pureza de olhos felinos
Toma-me em teus braços
E me leve para onde for.

Ondas fortes, que banham o meu espírito
Forças do outro lado purificam o meu ser
Nuvens negras que passaram a me julgar
Manto vermelho ilusionista de amor
Sorriso falso, escondendo minha dor.

...................................................... João Victor Elias 

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O Valor Do Aniverssário

Pois é, mais um ano de vida, mais o que é um ano, quando já se passaram muito a mais que isso?
Quando se faz algo importante, você se sente importante, e quando não faz nada, você se torna mais uma cabeça no mundo.
O nosso aniversário não é algo tão importante, o importante, é perceber que ainda estamos vivos, que ainda respiramos, que ainda podemos falar com os nossos familiares, amigos e até podemos brigar com inimigos. Temos que nos privilegiar por isso, pois você tem certeza de como será depois disso? Se há algo, se há algum abismo? Ou se penas seremos mortos e esquecidos? Nossa vitória não vai ficar conhecida pelo que dizem, mas pelo que fizemos. Então se fizermos algo que faça a diferença, algo que você sente, você não vai precisar se sentir importante para ser importante.
Às vezes, só nós nos entendemos, e tem aquelas vezes, que nem sabemos o que sentimos. Sei que todas as pessoas, são muito mais do que demonstram, assim, como eu não sou o que as pessoas falam, até seu próprio amigo, é mais do que um tolo.
Você pode sentir o que é mais um ano? Você idealiza que a vida não é apenas um caminho, que devemos seguir e ser escravos deles? Você pode fazer isso? Você tornar seus dias especiais, quando você pode ter seus pensamentos livres, você pode voar no seu próprio mundo! Sinta-se capaz, pois você consegue se você quiser, então, seremos felizes.